sugestões dadas, respostas prontas!

22:19

Boa Noite! Obrigada desde já por todas as sugestões e pelas palavras de carinho e força em relação ao meu blogue. Como recebi (algumas) sugestões, vou falar sobre todas elas, como 'resposta' a todos :)


escreve sobre alguma fase da tua vida que tenhas adorado* :)
Hm, assim de relance não estou realmente a ver nenhuma fase da minha vida que eu tenha em especial adorado. Mas  se calhar, a minha infância; acho que é uma fase que fica marcada na memória de quase toda a gente. Foi aquela fase em que eu pensava que apenas um arranhão no joelho era o fim do Mundo, que a pior coisa que podia haver era alguém ter aquele brinquedo que eu queria e não tinha, quando era a pessoa mais inocente do Mundo e os meus pais me mimavam a toda a hora, quando ficava contente por ir para a 'escola' para brincar com as minhas amigas, quando tinha medo de dormir sozinha e me agarrava à minha boneca de estimação, quando acordava MESMO muito cedo só para ver o Dartacão, quando ficava irritada porque não conseguia passar um nível qualquer do Super Mário no Gameboy... Agora percebo que certas coisas magoam mais do que um simples arranhão no joelho, sei que a pior coisa que pode haver não é ter algo material, e já não fico tão contente assim por ir para a escola, porque já não brinco e não tenho 'amigas'. Ah, e muito menos acordo cedo. Sou MUITO preguiçosa. :)


sobre a tua banda preferida? sobre as férias? sobre o teu filme preferido? livro preferido?
Sinceramente, não tenho bandas preferidas, porque simplesmente não consigo escolher só uma, mas entre muitas bandas que existem hoje em dia, para mim destacam-se: The Cure, Red Hot Chili Peppers, Radiohead, The Script, Queens of the Stone Age, Snow Patrol, The Fray, Incubus, Lifehouse,  Avenged Sevenfold e The XX. Ok, e poderia dizer Rage Against the Machine, mas eu só gosto mesmo do Tom Morello, dos solos dele.
Sobre as férias, metade dos meus dias são passados no computador, ou a ver televisão, ou a desenhar. Gosto de navegar por blogues, tumblr's, ver vídeos e... é isso.
Nunca soube responder a essa questão! Filme preferido... Gosto muito do Unborn e do Love and Other Drugs. São dois filmes quase opostos, um é de terror e outro é uma comédia romântica. Mas, agora que penso nisso, acho que já vi demasiados filmes e nunca nenhum me marcou, para que possa dizer que é o meu filme favorito!
Gostaria de ler muito mais daquilo que leio hoje em dia. Confesso que quando era mais nova lia imenso, mas agora nem por isso. Porém, o meu livro preferido é sem dúvida o "Para a Minha Irmã" de Jodi Picoult, que mais tarde foi levado para os cinemas, mas nem de longe nem de perto a história e o argumento é o mesmo. Um livro carrega com ele muito mais sentimento e expressões que um filme não consegue transmitir. Este é um bom exemplo disso mesmo, aconselho a quem gosta de boa literatura a ler este livro.


sobre uma pessoa muito importante para ti? um momento que te tenha marcado para sempre?
Porquê uma pessoa? Não podem ser duas? Tenho duas pessoas muito importantes na minha vida, que se não fossem elas não seria o que sou agora. Uma delas é a Júlia. A Júlia é a minha melhor amiga, conheço-a há uns 4 anos (?), e só estivemos juntas 3 vezes. É verdade, três vezes... Conheci-a pela internet (modernices!), mas a verdade é que ela é uma pessoa que esteve e está sempre presente, e sei que quando toda a gente desaparecer ela vai ser a única que vai permanecer, ali, ali para mim, como sempre esteve. É uma pessoa muito parecida comigo, muito mesmo. É tímida e está sempre no seu canto, e eu gosto disso. Ela entende-me, como eu a entendo a ela. Ás vezes não é preciso dizer muito que já sabemos o que se passa uma com a outra. É como um texto que escrevi aqui há tempos (passo a citar): "A supremacia de um silêncio a dois é anti-metafórica. Quase impossível de se alcançar. Não é com toda a gente que nos sentimos tranquilos não pronunciando algum tipo de palavra ou discurso, conversas do dia-a-dia, cusquices do dia anterior (...) Um silêncio partilhado pede, de alguma forma, uma química com a pessoa com quem o partilhamos. É um grito mudo. Gestos cegos. Uma maneira de falar nula.  É a representação do vazio, da ausência de algo, de um termo, de outro elemento figurativo como outra pessoa. É o amor do silêncio que conduz ao silêncio do amor. O coração sabe falar, todos conhecemos o silêncio do amor. O silêncio é o interior. Não vale o silêncio por silêncio apenas.. Diante de tanto mistério, concluo: a atitude natural do coração é o silêncio." Pronto. Com ela é isso mesmo que se passa. O silêncio é tudo. 


escreve sobre o que mudou na tua vida, desde o último post que fizeste! (não deste ano, mas sim do outro...)
Alguma coisa. Já não tenho o meu Riscas, uma amizade que ERA, frisando o ERA foi desfeita, estou menos insegura, eu e a Júlia deixámos de falar tanto, mas parece que tudo voltou ao normal, deixei de ter o blogue, mas como me fez imensa falta escrever, aqui estou eu de volta, tenho a minha Kelly, as minhas notas andam uma m*rda, mas ok, fazendo um balanço da coisa, acho que QUASE tudo mudou para melhor. E como esta resposta é para ti (JÚLIA), não me apetece escrever muito mais. Ahah * 

You Might Also Like

1 hearts

  1. oh, tal e qual como eu - a minha infância, uma altura bem feliz e onde a inocência fazia parte dessa felicidade* adooorei!

    ResponderEliminar